Objetivo

Apresentar ao aluno princípios básicos da ergonomia auxiliando a compreensão das relações existentes entre o homem e o trabalho. Contribuindo dessa forma, para o desenvolvimento de uma visão integrada dos diferentes aspectos relacionados aos seres humanos envolvidos com diferentes atividades ocupacionais; Capacitar o aluno a dimensionar espaços, objetos e equipamentos tendo como base as medidas humanas e analisar os espaços em função das necessidades funcionais; Capacitar o aluno para compreensão das adaptações fisiológicas frente às diferentes condições de trabalho, bem como dos principais mecanismos fisiopatológicos relacionados ao desenvolvimento de lesões e alterações musculoesqueléticas relacionadas ao trabalho; Compreender os princípios teóricos associados aos benefícios da prática de exercícios no ambiente ocupacional tornando o aluno apto à utilização consciente dessa forma de intervenção; Demonstrar e discutir os preceitos da gestão em saúde e segurança do trabalho por meio da legislação e normatização vigente convergindo com noções de direito trabalhista para a capacitação do profissional, demonstrando como delinear um projeto ergonômico; Demonstrar os processos de gestão de projetos ergonômicos e relacionados à segurança do trabalho, bem como sua atuação em sistema s complexos de produtividade; Desenvolver a habilidade no desenvolvimento das atividades de pesquisa, dominando o método científico, as etapas de observação no controle experimental e na aplicação dos resultados obtidos; Desenvolver o referencial conceitual e instrumental associado à Análise Ergonômica do Trabalho, visando capacitar os alunos para elaborar Relatórios Técnicos de Ergonomia; Discutir as inter-relações entre o profissional ergonomista, o trabalhador e a empresa; quais as exigências e responsabilidades da empresa perante seus trabalhadores, a responsabilidade do profissional ergonomista atuante no setor empresarial. Utilização da bioestatística como ferramenta no tratamento dos dados. Principais métodos de bioestatística; Estudar e compreender aspectos operacionais da legislação trabalhista e previdenciária, normas regulamentadoras e complementares. Essa disciplina tem por objetivo capacitar o profissional a discutir e trabalhar com direito trabalhista em relatórios técnicos; Estudar e compreender aspectos relacionados à Biomecânica ocupacional capacitando o aluno a compreender e avaliar o ambiente de trabalho; Identificar fatores de risco presentes em ambiente ocupacional. Capacitar o aluno a aplicar estratégias de avaliação adequadas para se determinar a sobrecarga musculoesquelética, com o intuito de nortear a prevenção dos riscos de lesões ocupacionais; Prover a fundamentação teórica para a elaboração da monografia na perspectiva da pesquisa qualitativa em ergonomia.

Público-alvo

Administradores, engenheiros, médicos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, enfermeiros e demais profissionais da área de saúde e segurança do trabalho graduados nas áreas exatas, biológicas (saúde), humanas e demais profissionais de nível superior, interessados em aprimorar seus conhecimentos relativos a segurança e saúde ocupacional.

Metodologia

Constituir-se-á de trabalhos elaborados durante o desenvolvimento das disciplinas, com auxílio dos professores, de participação nos fóruns de discussão e de prova presencial, conforme determinação legal. A disciplina de Metodologia da Pesquisa e da Produção Científica não será objeto de prova e, sim, de trabalhos. As demais serão avaliadas por trabalhos e por prova presencial. Os trabalhos valerão 40% do total da nota e a prova presencial, 60%. Para a obtenção do título, o aluno deverá apresentar aproveitamento igual ou superior a 70%, em todas as disciplinas do curso, incluindo atividades a distância e provas presenciais, assim como no trabalho de conclusão de curso – TCC. As atividades avaliativas objetivam duas ações principais: a. Favorecer o processo de aprendizagem do cursista, por meio de atividades reflexivas e analíticas. b. Fornecer subsídios para o tutor avaliar o desenvolvimento do cursista nas disciplinas e a adequação aos objetivos propostos para a formação do curso. As atividades sugeridas no decorrer das unidades das disciplinas devem ser realizadas pelo aluno, para compor seu diário de formação. Para realizar essas atividades, o cursista poderá consultar os livros indicados na bibliografia da disciplina, artigos em meio eletrônico ou outras produções acadêmicas de seu conhecimento que versem sobre o assunto em questão, assim como relatar experiências e vivências profissionais.

Organização curricular

MATÉRIA HORAS
Metodologia da Pesquisa e da Produção Científica 40h
Trabalho de Conclusão de Curso 60h
Biomecânica Ocupacional e Antropometria Aplicada 40h
Fisiologia do Trabalho e Doenças Ocupacionais 60h
Ética Profissional, Bioestatística, Legislação e Normas Complementares à Ergonomia 40h
Gestão de Projetos em Ergonomia e Segurança em Sistemas Complexos 40h
Gestão de Pessoas, em Saúde do Trabalhador e Segurança do Trabalho 40h
Ergonomia Cognitiva, Ergonomia Design de Produtos e Ergonomia Integrada à Gestão da Produção 40h
Estratégias e Métodos de Atuação em Ergonomia 60h

Formas de pagamento

Boleto 22 x R$ 278,00
Cartão 12 x R$ 280,00
Cheque 16 x R$ 224,00
À vista R$ 2.980,00

Tenho Interesse

Entre com
Entre com o Facebook
Entre com o Google+
Pós-graduação
12 MESES
420 HORAS
R$ 224,00 mensais *